• Welliton Girotto

Já ouviu falar do Glamping ?

Olá, hoje iremos falar de um conceito sustentável de turismo, mas não menos confortável, que foge das metas tradicionais.

O que é o Glamping?

A meio caminho entre o camping e o glamour, o Glamping é a nova fronteira do turismo ecológico, e nos últimos anos tem tido rápido desenvolvimento em todo o mundo.


O Glamping nada mais è do que acampamento. Mas esqueça essas pequenas barracas que você encontra em lojas especializadas em camping e que nunca consegue montar de forma correta. Glamping é muito mais do que isso: na prática, combina os serviços de um hotel 5 estrelas, com camas com colchão, lençóis, cobertores, travesseiros, móveis de design, eletricidade e banheiro, com a beleza de viver na natureza. Uma maneira diferente e mais chique de mergulhar em paisagens intocadas.


Um acampamento de 5 estrelas? Mais ou menos isso! Na realidade, o Glamping é, antes de tudo, glamouroso e representa um estilo de vida bem definido que estimula cada vez mais pessoas no mundo.

Começamos a falar sobre Glamping na Inglaterra em 2005 e, mesmo que a palavra seja totalmente nova, na realidade o conceito remonta ao passado. Não é fácil definir quando nasceu exatamente esse modo de experimentar a natureza, mas é certo que já no século XVI, na Escócia e na França, esses tipos de habitações estavam presentes em ocasiões especiais.

No mesmo período os Otomanos também possuiam estas barracas de luxo que usavam durante algumas missões militares.

Glamping como a entendemos hoje se espalhou primeiro para países quentes como a África e a Austrália, mas se espalhou rapidamente mesmo em toda a Europa sem distinção de clima.

Mesmo na Escandinávia ou na Suíça, embora haja vários meses de frio e neve, o Glamping continua em atividade. Em efeito, faz parte do turismo sustentável porque as barracas, embora perfeitas para todas as condições meteorológicas, ainda são removíveis e geralmente preferem o uso de materiais recicláveis e biodegradáveis.

Hoje existem todos os tipos de tendas, casas de árvores, caravanas e casas escavadas nas árvores. As diferenças entre todos esses tipos tornam esse modo de viagem ainda mais interessante para os turistas que desejam experimentar uma experiência alternativa. Os preços, no entanto, mudam em relação ao acampamento normal: alguns Glamping podem custar até US$ 2000 por noite.

2 visualizações