Retificações

Na grande maioria dos casos, as certidões brasileiras apresentam inconsistências no confronto com as certidões italianas. De fato, a grafia dos nomes e as datas quase nunca coincidem com os dados que constam dos documentos vindos da Itália.


Apesar da veiculação de que os erros de grafia de nomes e sobrenomes não afetam a aceitação dos documentos sabemos que na Itália, se os erros criam duvidas em relação a identidade do ascendente e dos demais componentes da linha de descendência, o processo pode sofrer grandes atrasos e mesmo ser rejeitado pela falta de retificação.


A tradução dos nomes próprios (Giuseppe/Jose, Giovanni/João, etc..), geralmente é considerada normal e não causa recusa dos documentos. No entanto, temos que verificar se nos documentos não temos erros graves na grafia do sobrenome, incongruência nas datas de nascimento, casamento e óbito, ou ainda equívocos grosseiros nos demais dados das certidões de inteiro teor.


Ora, o reconhecimento da Cidadania Italiana é ato revestido de muitas formalidades, sendo necessário, para tanto, o preenchimento de requisitos rigorosos, que não gerem dúvidas quanto ao direito cujo reconhecimento vem pleiteado pelo interessado. A descendência italiana é comprovada, única e exclusivamente, pela documentação apresentada pelo requerente. Desta forma, é de fácil entendimento o fato de que o menor sinal de incoerência nos dados pode obstar o prosseguimento do processo. 


A vista disso, após a análise dos documentos trazidos ao nosso conhecimento pelo descendente, emitimos parecer acerca das retificações necessárias para êxito da demanda junto aos órgãos italianos. A nossa equipe é minuciosa e muito rigorosa no exame dos documentos apresentados, para evitar problemas, atrasos e recusa dos processos na Itália.